Ação comunitária no bairro Cidade Nova | Informativo Cidade Nova Informa - CNI e Biblioteca Comunitária - CNI - Oficinas CNI

Ação comunitária no bairro Cidade Nova



No dia 1 de novembro de 2012, aconteceu uma ação comunitária no bairro Cidade Nova, que teve a participação do Centro de Controle de Zoonoses com 2 equipes de (p e) ponto estratégico; Agentes de Saúde e de Endemias do PSF Cidade Nova;Conselho Local de Saúde; Tribuna da Massa (tv naipi) e o CNI (Cidade Nova Informa), a ação foi para tomar providências quanto a limpeza do imóvel de uma srª idosa e com problemas de Saúde pois a mesma é portadora de Diabetes a qual, precisou amputar uma parte do pé e devido a sua situação, deixou os afazeres de casa, tais como: limpar e lavar as roupas e com isso gerando grande acumulo de roupas sujas e velhas, alimentos estragados, proliferação de todo tipo de insetos e ratos, transformando aquele imóvel em local insalubre para se habitar e também causando trastornos aos vizinhos. Todos os colaboradores colocaram a mão na massa e fizeram a limpeza tanto interna quanto externa do imóvel, foram retiradas 7 caçambas de lixos e entulhos do local.
OBS.: A instituição responsável que deve tomar providências quando se depara com esse tipo de situação é o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) região norte, sabendo disso o repórter cinematográfico do programa Tribuna da Massa, foi ate o Cras da região e tentou falar com uma funcionária no local, a funcionária não queria nem saber o que o repórter queria naquela instituição. Quando o repórter citou o problema da srª idosa, rapidamente a funcionária lhe disse que não poderia se manifestar sobre o caso, e quando o repórter pediu a ajuda da instituição a funcionária disse simplesmente que a instituição não ira tomar nenhuma providência para ajudar a resolver o problema da idosa. Quando o repórter estava se retirando do recinto acompanhado por um colega o mesmo foi chingado e maltratado pela funcionária que ali se encontra no momento há testemunhas. Não vou citar nomes, más se preciso for o farei. O contribuinte paga os impostos e o mínimo que ele espera e um bom atendimento por parte daqueles que deveriam fazer o serviço para o qual recebem seus salários em dia e integral.