Biblioteca Comunitária - CNI recebe o professor Ryonosuke Yamagata da capital Tóquio. | Informativo Cidade Nova Informa - CNI e Biblioteca Comunitária - CNI - Oficinas CNI

Biblioteca Comunitária - CNI recebe o professor Ryonosuke Yamagata da capital Tóquio.

 É uma honra para Biblioteca Comunitária - CNI receber o professor Ryonosuke Yamagata da capital Tóquio.     O professor depois de conhecer as Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves e a Hidrelétrica Binacional de Itaipu veio conhecer o projeto da Biblioteca Comunitária e como ela funciona.     Destacamos a fala do acadêmico da Unioeste, Marcelo Botura, que reside no bairro. “É gratificante receber uma pessoa tão importante em nossa comunidade, isto é, na biblioteca. Um professor, tendo em seu país a educação em primeiro lugar, diferente do nosso. O educador veio conhecer o nosso trabalho de anos, isto é, um privilégio de ser reconhecido. Lembro que atualmente estamos no processo de construção da biblioteca, mesmo que na falta de diversas coisas, estamos trabalhando de acordo com nossas possibilidades, digo os membros do CNI, para que este lugar seja no futuro breve ponto transformador, além de ser um novo ponto Turístico de Foz do Iguaçu. Tudo este trabalho é para que Biblioteca Comunitária seja uma referencia de transformação na educação na periferia do município sendo um exemplo para o Brasil e mundo. Lembro-me, mesmo ainda não sendo um ponto turístico de Foz, está biblioteca já recebeu e recebe pessoas de diversos países, como: França, Japão, Uruguai, Paraguai, Argentina, Haiti, Colômbia, Peru, Equador dentre outras." Diz o morador.     A população do município de Foz do Iguaçu e região podem conhecer este projeto, ou seja, a comunidade Cidade Nova terá sempre orgulho de receber e informar a importância deste projeto, sem recurso público no qual vem se realizando.
Professor Ryonosuke Yamagata
É uma honra para Biblioteca Comunitária - CNI receber o professor Ryonosuke Yamagata da capital Tóquio.

O professor depois de conhecer as Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves e a Hidrelétrica Binacional de Itaipu veio conhecer o projeto da Biblioteca Comunitária e como ela funciona.

Destacamos a fala do acadêmico da Unioeste de Licenciatura de Matemática, Marcelo Botura, que reside no bairro. “É gratificante receber uma pessoa tão importante em nossa comunidade, isto é, na biblioteca. Um professor, tendo em seu país a educação em primeiro lugar, diferente do nosso. O educador veio conhecer o nosso trabalho de anos, isto é, um privilégio de ser reconhecido. Lembro que atualmente estamos no processo de construção da biblioteca, mesmo que na falta de diversas coisas, estamos trabalhando de acordo com nossas possibilidades, digo os membros do CNI, para que este lugar seja no futuro breve ponto transformador, além de ser um novo ponto Turístico de Foz do Iguaçu. Tudo este trabalho é para que Biblioteca Comunitária seja uma referencia de transformação na educação na periferia do município sendo um exemplo para o Brasil e mundo. Lembro-me, mesmo ainda não sendo um ponto turístico de Foz, está biblioteca já recebeu e recebe pessoas de diversos países, como: França, Japão, Uruguai, Paraguai, Argentina, Haiti, Colômbia, Peru, Equador dentre outras." Diz o morador.

A população do município de Foz do Iguaçu e região podem conhecer este projeto, ou seja, a comunidade Cidade Nova terá sempre orgulho de receber e informar a importância deste projeto, sem recurso público no qual vem se realizando.